Estado que não negocia soluções não tem perspectiva de se tornar sério

Em entrevista exclusiva ao portal CONJUR, o diretor da JUSPRO, José Roberto Neves Amorim, avalia a evolução do uso das soluções autocompositivas de conflitos nas corporações, destacando que as empresas que optam pela mediação ganham duas vezes: por não precisar gastar com indenização e por fidelizar o cliente.

Leia a matéria completa, clique aqui.

Link curto: http://bit.ly/2rwlit5