Justiça autoriza Oi a procurar conciliação com pequenos credores

Divulgação

Fonte: Portugal Digital – http://bit.ly/2jAccFO

A maioria dos credores (85%) tem créditos de até R$ 50 mil. Estão nesta situação 57 mil credores, num total de 67 mil. As dívidas da operadora, participada da portuguesa Pharol), somam R$ 65,4 bilhões (cerca de 16 mil milhões de euros).

A 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, onde corre o processo de recuperação judicial da operadora brasileira de telefonia Oi – participada da portuguesa Pharol (ex-Portugal Telecom) – autorizou a realização de uma mediação para dar prioridade ao pagamento de pequenos credores da empresa, que têm a receber valores até R$ 50 mil da empresa.

O juiz Fernando Viana considerou, na decisão, que a mediação poderá impactar positivamente no andamento do processo, pois a maioria dos credores (85%) tem créditos de até R$ 50 mil. Estão nesta situação 57 mil credores, num total de 67 mil.

O processo de recuperação judicial da Oi foi iniciado em junho. As dívidas da operadora somam R$ 65,4 bilhões (cerca de 16 mil milhões de euros).

Em junho, a companhia telefônica entrou na 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio com um pedido de recuperação judicial, incluindo no processo dívidas de R$ 65,4 bilhões.

Link curto: http://bit.ly/2jAb84L