Nupemec realiza curso de mediação com representantes de bancos em SP

Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Crédito: Antônio Carreta/TJSP

Fonte: CNJ e TJSP – http://www.cnj.jus.br/ktrj

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) promove parceria com bancos para a formação de prepostos qualificados, a fim de melhorar os índices de conciliação. O primeiro curso de mediação foi realizado com integrantes do Banco Bradesco e encerrado no dia 22 de novembro. Os objetivos da iniciativa são expandir e implementar a Política Judiciária Nacional de Tratamento dos Conflitos de Interesse, instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), inclusive no âmbito bancário.

O curso foi ministrado pelos professores Guilherme Bertipaglia e Juliana Polloni, formadores de instrutores em mediação do CNJ, e contou com etapas práticas e vivências para desenvolvimento das habilidades na solução dos conflitos. Segundo os professores, os resultados práticos já foram percebidos durante o treinamento, o que contribui para a gestão eficiente de conflitos no âmbito bancário, setor que tem expressiva quantidade de demandas no Poder Judiciário.

“É essencial que as instituições estejam capacitadas e tenham ferramentas para gerir de forma adequada cada tipo de demanda que surge, já que cada situação tem características e peculiaridades e assim devem ser cuidadas. Com a abordagem da conciliação e da mediação, é possível proporcionar um atendimento às demandas de maneira mais humanizada, rápida e efetiva”, afirmou Guilherme Bertipaglia.

“Para o núcleo, não basta contar com mediadores qualificados. É necessário que as empresas também tenham uma posição de acolhimento das partes reclamantes, e dessa forma, facilitem o trabalho de conciliação”, esclareceu o coordenador do Cejusc Central da Capital, juiz Ricardo Pereira Junior.

Link curto: http://bit.ly/2gShefX