Ceará encerra Semana da Conciliação com resultado de 4 mil acordos

Semana Nacional da Conciliação. Crédito: Divulgação/TJCE

Fonte: CNJ e TJCE – http://www.cnj.jus.br/nrrj

O Poder Judiciário do Ceará encerrou na última sexta-feira (25/11) os trabalhos da Semana Nacional da Conciliação com 4.123 acordos, em audiências realizadas na capital e interior. O número corresponde ao atendimento de até as 17h30 do dia 25, e poderá ser maior porque as unidades que participaram da mobilização têm até 5 de dezembro para atualizarem os dados.

A iniciativa contou com a participação das varas cíveis, de família e juizados especiais cíveis e criminais de todo o estado. A solenidade de encerramento ocorreu no Fórum Clóvis Beviláqua. Na ocasião, a juíza Natália Almino Gondim, coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do Fórum, lembrou que as conciliações também ocorrem ao longo de todo o ano. Ela destacou que as partes poderão sempre solicitar a realização de audiências para uma solução pacífica de seus conflitos.

A juíza Jovina d’Avila, coordenadora adjunta do Cejusc, afirmou que a Semana de Conciliação é muito importante para ajudar a criar nos jurisdicionados a cultura de pacificação social.

Conciliação no 2º grau – Além das unidades de 1º grau, a força-tarefa também contou com audiências realizadas na Central de Conciliação do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no Cambeba.

O diretor do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), Márcio José Temóteo Horizonte Brasileiro, explicou que quando há sucesso na conciliação o processo segue para homologação do magistrado. Se for negativo, a ação volta ao trâmite normal. O Núcleo é supervisionado pelo desembargador Francisco Gladyson Pontes e coordenado pelo juiz Carlos Henrique Oliveira.

Link curto: http://bit.ly/2g2UfxC