Estudantes oferecem serviço de mediação

Portal Jornal Cruzeiro / Divulgação

Fonte: Jornal Cruzeiro – http://bit.ly/2bbzdPG

Uma prática de estudantes de direito ajuda a desafogar os trabalho do Poder Judiciário em Sorocaba. Em uma sala na Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (Esamc), são realizados atendimentos gratuitos de mediação e conciliação. O novo Código de Processo Civil, em vigência desde 18 de março, prevê esses trabalhos como métodos eficientes e mais ágeis de resolver conflitos. Com isso, as partes ganham agilidade na solução de suas causas.

A missão do espaço, além de auxiliar a comunidade, é preparar os alunos para a prática da profissão, avalia a professora responsável, que também é mediadora, Karen Betti. Ela atua ao lado dos também docentes do curso de direito, Carlos Sanches, Angelo Agulha e da coordenadora Daniele Pavin. Os alunos participam, do início ao fim, do processo de audiências de mediação de conflitos, tais como: reparação de danos, questões imobiliárias, cobranças indevidas de distratos de compras, composição de dívidas, entre outros.

A demanda no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da faculdade tem crescido mensalmente, de acordo com Karen Betti. Segundo ela, no ano passado houve êxito de 100% nas conciliações, que contam com a participação dos estudantes do curso. “A proposta do núcleo é preparar os alunos para esta nova visão do direito, pois o projeto coloca em prática as técnicas de mediação e conciliação que aprendem em sala de aula, permitindo a participação em casos reais, quando se deparam com envolvimento emocional e anseios”, avalia.

A coordenadora do curso de direito da faculdade, Daniele Pavin, e o presidente da 24ª Subsecção da OAB de Sorocaba, Márcio Dias, assinaram no primeiro semestre deste ano um termo de cooperação acadêmica-institucional, em que a instituição de ensino se compromete a submeter as atividades do NJP à Comissão de Mediação e Arbitragem, no sentido de obter a devida orientação aos preceitos da ordem.

Em contrapartida, a subsecção da OAB de Sorocaba deve indicar, por meio da Comissão de Mediação e Arbitragem, advogados associados que possam, de forma voluntária, atender demandas pontuais do NPJ da faculdade. Desse modo, haverá acompanhamento das partes que eventualmente necessitem de orientação jurídica durante as sessões de conciliação e mediação.

Serviço

O NPJ da Esamc Sorocaba permanece aberto para atendimento gratuito à população, às terças e quintas-feiras, das 8h às 11h, em prédio ao lado da unidade central da instituição de ensino. O endereço é rua da Penha, 1.227. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3242-1644. (Da Redação)

Link curto: http://bit.ly/2bqAd1x