Defensoria voltará a integrar ações da Semana Nacional de Conciliação

Fonte: Piauí Governo do Estado – http://goo.gl/KJaUcL

Por Ângela Ferry

A Defensoria Pública do Estado do Piauí voltará a integrar efetivamente as ações da Semana Nacional de Conciliação, que será realizada de 23 a 27 deste mês de novembro. Os detalhes da participação da DPE-PI foram discutidos em reunião entre a defensora pública geral, Francisca Hildeth Leal Evangelista Nunes, o juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, Paulo Roberto de Araújo Barros e a chefe de gabinete da Defensoria Pública, Patrícia Ferreira Monte Feitosa.

A Semana Nacional de Conciliação é organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com a participação de todos os Tribunais do país e tem por objetivo disseminar a cultura da paz e do diálogo, desestimulando condutas que gerem conflitos e proporcionando às partes uma oportunidade de conciliação.

“Estamos aqui para fazer as tratativas de como a Defensoria vai atuar durante a Semana, não apenas em Teresina mas em todo o estado do Piauí, sobretudo nas Comarcas onde existe mais de uma unidade judiciária. A Defensoria Pública é uma parceira de grande escala dentro desse universo da Semana de Conciliação que, ao contrário do que as pessoas imaginam não tem o propósito de diminuir o acervo das Varas, desafogando prateleiras, o grande propósito na verdade é pedagógico. A Semana iniciou com um movimento nacional pela conciliação, em 2006 quando a ministra Ellen Gracie era presidente do Conselho Nacional de Justiça, e esse movimento se converteu nos anos subsquentes na Semana Nacional de Conciliação. É um grande levante nacional de pacificação, destinado a mostrar à sociedade que existem outros caminhos que não o da beligerância para que as pessoas possam alcançar a resolução dos seus conflitos”, disse o juiz Paulo Roberto Araújo.

A defensora pública geral, Hildeth Evangelista, reafirmou a participação da Defensoria na realização da Semana, ajudando a selecionar os processos para que as audiências possam ocorrer dentro da normalidade. “A Defensoria mais uma vez fará sua participação na Semana Nacional de Conciliação de forma efetiva, buscando manter a qualidade de atendimento e otimizar os resultados dos acordos firmados. Trata-se de uma iniciativa de extrema importância, pois proporciona a oportunidade de pôr fim às demandas judiciais através de um esforço concentrado, agilizando os processos e viabilizando uma composição ágil entre partes, o que é fundamental no direito de família”, afirmou.

Para a realização da Semana, os Tribunais fazem a triagem dos processos que tenham possibilidade de acordo e intimam as partes envolvidas no conflito.

Link curto: http://bit.ly/1HgLTz7
TAGS RELACIONADAS