Cejusc de Palmas realiza seu primeiro atendimento pré-processual

Por: CNJ – http://www.cnj.jus.br/598j

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Palmas realizou, na quarta-feira (21/10), seu primeiro atendimento pré-processual. O fato significa um avanço na aplicação da política de conciliação no âmbito das demandas judiciais. O coordenador do Cejusc da capital, juiz Nelson Coelho Filho, classificou o expediente inicial como uma antecipação da vigência do futuro Código de Processo Civil, que prevê as audiências pré-processuais. “O Judiciário tocantinense está demonstrando um avanço muito grande, em sintonia com as inovações que virão com o novo código”, reforçou.

O atendimento, que envolve conflito familiar (divórcio, alimentos e guarda) entre L.L.S. e J.M.A.S., foi colocado a termo e a audiência foi designada para o dia 24 de novembro, às 8h30m. A princípio, os atendimentos pré-processuais serão realizados pelo Cejusc de Palmas todos os dias, a partir das 13h. “O Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO) mostra que o caminho de solução dos litígios não é a demanda, mas a conciliação, que põe fim ao conflito, buscando sempre a pacificação social”, disse o juiz Nelson Coelho Filho.

A coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Araguaína, juíza Umbelina Lopes Pereira, ressaltou que o Poder Judiciário tocantinense “está oferecendo à sociedade, com o atendimento pré-processual, mais uma porta de acesso à Justiça e contribuindo para a criação de uma cultura mais pacificadora”.

Link curto: http://bit.ly/1MpXWMO
TAGS RELACIONADAS