Justiça Restaurativa está entre os destaques do II Fórum de Mediação do Baixo Sul da Bahia

Fonte: Justiça em Foco – http://goo.gl/SFCuV1
‘O Marco Legal da Mediação e seus impactos para Resolução de Conflitos com acesso à Justiça Social’ é o tema do II Fórum de Mediação do Baixo Sul da Bahia, com a participação do Tribunal de Justiça, no dia 26 de outubro, segunda-feira, em Valença.
Cercado de expectativa, por conta da atualidade e alcance social do tema escolhido, o encontro está programado para acontecer no auditório do Serviço Social da Indústria (Sesi).
Depois da solenidade de abertura, a primeira palestra é de Tânia Almeida, do Rio de Janeiro, com o subtema ‘Mediação de Conflitos e Práticas Colaborativas – Instrumentos contemporâneos de acesso à Justiça’.
Em seguida, será a vez da desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, Joanice Maria Guimarães de Jesus, responsável por abordar ‘os fundamentos legais da Justiça Restaurativa junto ao Ordenamento Jurídico Brasileiro’.
A magistrada coordenou durante oito anos o Núcleo de Justiça Restaurativa do Tribunal da Bahia, quando foi juíza de Primeiro Grau. O núcleo lida com casos em que a vítima e o agressor participam ativamente da resolução da questão.
O período da tarde começa com a mesa redonda acerca de ‘Inovações legislativas sobre a mediação: reflexões e ponderações sobre o Novo Código Civil, a Lei número 13.140/2015 e a Resolução número 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)’.
O encontro vespertino terá como debatedoras, Carolina Orrico, Karolinne Gomes e Juliana Guanaes, da Bahia. A última palestra será de Kerlley Andrade, de Minas Gerais, que vai falar sobre ‘o comportamento humano no processo de mediação’.
Link curto: http://bit.ly/1XtCY1f
TAGS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *