1ª Vara de Iúna obtém 90% de acordos em audiências de conciliação

Fonte: CNJ – http://www.cnj.jus.br/238j

Em cinco dias de audiências de conciliação, a 1ª Vara da Comarca de Iúna obteve 90% de acordos entre as partes nos processos incluídos em pauta. As audiências, realizadas em setembro, foram conduzidas pela juíza substituta da vara, Graciela de Rezende Henriquez, e contaram com a participação do Ministério Público, de advogados, servidores e estagiários do Poder Judiciário do Espírito Santo.

Para as audiências de conciliação, foram pautados processos de família envolvendo guarda, alimentos, divórcio, dissolução de união estável e regulamentação de visitas. A iniciativa surgiu após a oficialização do Cartório do 3º Ofício da Comarca de Iúna e a consequente redistribuição do acervo judicial deste entre as Secretarias das 1ª e 2ª Varas da comarca.

A serventia extrajudicial contava com 2.851 processos em tramitação, sendo que, deste montante, a Secretaria da 1ª Vara recebeu as demandas de Família e Execuções Fiscais, num total de 2.306 processos. A oficialização do Cartório do 3º Ofício da Comarca de Iúna foi determinada pela Presidência do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) por meio do Ato 920/2015, publicado no Diário da Justiça Eletrônico (e-diário) do último dia 25 de junho.

Interesse das famílias – Para a juíza Graciela de Rezende Henriquez, a conciliação é uma vitória para todos. “A principal meta das audiências de conciliação é atender o melhor interesse das famílias, uma vez que somente elas sabem de suas realidades individuais. A solução pacífica é vantajosa para as partes e para o Judiciário, que presta, com celeridade, a tutela jurisdicional invocada”, destacou a magistrada.

Link curto: http://bit.ly/1FVDgJR
TAGS RELACIONADAS