Centro de Solução de Conflitos de Cáceres avança na mediação

Fonte: Portal do TJMT, 02/06/2015

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá) realizou 42 atendimentos ao público durante a realização da Ação Global, evento nacional realizado pelo Sistema Fiemt, por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi) – Departamento Regional de Mato Grosso – em parceria com uma emissora de TV no dia 30 de maio. O evento busca atender as necessidades sociais básicas da população mais pobre do país a fim de instigar sua inclusão social.

Conforme a gestora do Cejusc, Adriana Del Castanhel, além da divulgação dos serviços prestados com a distribuição de folders e orientações, foram realizados mais de 40 atendimentos no evento. “A ação foi um sucesso, estão todos de parabéns, desde a organização até os colaboradores, no nosso caso específico, os mediadores que voluntariamente nos ajudaram e não mediram esforços para participar do projeto”.

A ação contou com a presença da juíza Leilamar Aparecida Rodrigues, coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, e dos mediadores voluntários Raphaella Santiago Souza Veríssimo, Raphaela Tingo Narita Fanaia, Rafaella Muller, João Guilherme Barroso Quintino, Augusto Cesar Valentim Franco, Cheila Gonçalves Neto, Celso Ferreira da Cruz Victoriano, Mayara Carla Ribeiro de Souza, Luiz Henrique Venâncio de Alcântara e Roberta Stella.

O Cejusc de Cáceres foi instalado no dia 11 de julho de 2014 e, desde então, vem desenvolvendo trabalho de mediação e estimulando a comunidade a desenvolver mecanismos para solução de seus conflitos de forma pacífica e solidária, além de promover a cidadania e a coesão social nos bairros da cidade de Cáceres.

Desde a sua instalação, o Centro Judiciário de Cáceres realizou aproximadamente 700 acordos. Para isso, vem contando com a parceria de advogados, defensores públicos e do Ministério Público local, que abraçaram a causa juntamente com o Poder Judiciário, evitando a judicialização de novas demandas e resolvendo outras já judicializadas de forma mais célere.

No dia 1º de dezembro de 2014 foi realizado o primeiro Mutirão DPVAT, que teve saldo positivo de acordo de mais de 80% dos processos incluídos. Já está sendo negociado o segundo Mutirão DPVAT, que se realizará em breve. No período de 8 a 12 de junho aconteceu o primeiro Mutirão Sicredi, com cerca de 100 audiências em procedimentos pré-processuais agendados.

Visando o sucesso e a continuidade dos trabalhos dos voluntários na comarca, foram firmados termos de cooperação com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e também com a Faculdade do Pantanal (Fapan) para que acadêmicos dos cursos de Direito, Administração de Empresas e Psicologia participem ativamente do movimento em prol da pacificação social.

Link curto: http://bit.ly/1f9ytIN