O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), instalou no dia 27 de outubro, o Posto do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc)– Fazenda Pública, no Fórum Hely Lopes Meirelles. Esse é o primeiro posto no Brasil a resolver questões relativas à Fazenda Pública em consonância com o art. 174 do Processo Civil. No estado já existem 181 centros judiciários de solução de conflito em atividade.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) receberá, até 12 de outubro, inscrições dos interessados em resolver suas demandas judiciais na XI Semana Nacional da Conciliação, marcada para ocorrer entre os dias 21 e 25 de novembro. O cadastro, que teve início em 12 de setembro, é destinado àqueles que residem na capital e deve ser feito com antecedência no sitewww.tjsp.jus.br/conciliar. Todos os atendimentos são gratuitos.

Os advogados e diretores da JUSPRO, Tae Young Cho e Ricardo Freitas Silveira, concederam entrevista ao jornal SPTV 1ª Edição, da TV Globo, para explicar as facilidades da mediação, que soluciona conflitos entre as partes, sem passar pela Justiça. Tae comentou que o crescimento das audiências na JUSPRO tem alcançado alto índice de resolução: 70% de sucesso. E Ricardo destacou a rapidez com que os casos são resolvidos: em até 15 dias e que os meios alternativos de solução de conflito é tendência mundial. Também participou da reportagem, o promotor de eventos, Isaías Gonçalves Silva, que utilizou JUSPRO e aprovou.

Os Diretores da JUSPRO, Tae Cho e Ricardo Freitas, concederam entrevista ao programa “Radioatividade”, da Rádio Jovem Pan, para explicar como funciona e como pode ser acessada, por aplicativo, a 1ª Câmara Privada de Mediação e Conciliação (JUSPRO), cadastrada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Ricardo detalhou para os ouvintes e internautas o que é a mediação e Tae destacou a agilidade e baixos custos frente ao processo judicial.

Dentro do espírito do novo Código de Processo Civil, que torna obrigatória a mediação, antes da contestação, e da nova Lei de Mediação (13.140/2015), foi instalada em São Paulo, a JUSPRO – 1ª Câmara Privada de Mediação e Conciliação, cadastrada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, com sede na Zona Sul da capital paulista.