O princípio da autonomia da vontade na mediação

Neste artigo, o autor avalia o papel do mediador, que não tem atuação decisória, mas de auxiliar das partes na busca de uma solução consensual.

Leia a matéria completa, clique aqui.

Link curto: http://bit.ly/2tTac37
TAGS RELACIONADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *